Intrusa






Nossos caminhos não se cruzam…
...me sinto como uma intrusa... ...penso como seria...
...poder ter alguém um dia...
...que me escute...
...que perceba minha existência!

2 comentários:

Casmurro disse...

Ei, percebe?
Percebe este vento que te corta os cabelos e se entretrama como dedos a te fazer cafuné?
Percebe o molhar das gotas da chuva, caindo lágrimas sobre seu rosto?
Percebe?
Nota à sua volta os olhares perdidos de toda uma humanidade em busca de carinho e realização.
Vê o quanto todos inexistem em sua inexorável rota de colisão com a morte.
Percebe? Nenhum de nós existe, na verdade. POrém, todos nós sentimos, entre os cabelos, estes dedos que emaranham querendo nos dizer o contrário.
Ouça o que os dedos dizem.

Lucianna disse...

Casmurro:
Eu não poderia esperar outra coisa de vc! Vc é 'sem palavras'...

Obrigada JT.

Obrigada JT.

Obrigada,

Obrigada,
Recebi este selo do blog :eroticamenteincorreto.blogspot.com (vale a visita)

Mais um lindo presente

Mais um lindo presente
Vale a pena conferir seu blog !!!